JUNINHODEXANGO@HOTMAIL.COM EMAIL E MSN

seguir por email Email

domingo, 22 de novembro de 2009

ORIXÁ E A PEDRA

O Orixá e a pedra

Assim como os vegetais representam a energia na Umbanda, no Batuque temos os minerais. As pedras representam os Orixás, a qual recebem o nome de Alcutás. Na obrigação de aprontamento o filho-de-santo já borido irá montar as representações de seus Orixás de frente, cabeça e passagem, juntamente com os outros demais Orixás do Panteão africano, que serão definidos através do jogo de búzios. Assim este filho terá todos os Orixás, de Bará a Oxalá, representados em pequenas vasilhas que são compostas pelas ferramentas referentes a cada um e o seu Alcutá, além disto o filho recebe também o Axé de Faca e o Axé de Búzios, atingindo assim o grau mais elevado que um filho-de-santo pode atingir, dizemos que este filho é “pronto” de Ofá(1) e Obé(2), está com todos os Axés para um dia, se for sua missão, se tornar Pai ou Mãe-de-Santo.

Esta é uma obrigação para o Orixá, ao contrário do Borí onde estabelecemos um vínculo da cabeça do filho com o Orixá; passando a energia do Orixá para o filho. Nesta obrigação estamos passando a energia do Orixá para sua representação, tornando-se um forte elo de pura energia entre o plano material e o espiritual, pois a Terra é um ponto de passagem, chegada e partida para o Orixá, temos então nas vasilhas a representação disto tudo, o Alcutá energizado pelo axorô representando a energia espiritual do Orixá unida ao plano material – Terra – através do minério – Pedra -. Mais claramente temos então dentro do Quarto-de-Santo, um universo cósmico representado pelo Axorô (sangue) que é a energia vital, o Alcutá que é a terra representando a energia mineral, tudo montado por um filho-de-santo que possui um compromisso de zelar pelas forças do Panteão Africano em nosso mundo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.

Postagens populares